sexta-feira, 22 de junho de 2012

mãe: maior que o pensamento

Para a minha querida mãe: 

Eu por vezes tento compreender o que queres dizer mas não consigo, ou finjo. 
Sim, se calhar é mais a segunda opção.
Parece que o mundo corre tão somente "porque sim" e o tempo agarra-se a este.
Sempre me ensinaste a fazer escolhas, embora que por vezes por meio de discussões.
Felizmente os tempos são diferentes e a maturidade é bem mais sólida. 
O teu nome não me diz o que és. 
Nem os teus olhos, embora sejam deveramente bonitos!
É essa tua preocupação que por vezes tende a saltitar do teu coração que grita por mim, para que eu vença cada dia, da melhor forma possível. (eu sei!)
Peço-te desculpa pelos momentos mais dificeis que tenhamos tido,e desde já agradeço por fazeres tão bem o teu papel, por me aturares e por seres assim. 
A ti, também te peço desculpa por ser precipitado, todavia, faz parte de todos nós e muito mais da relação mãe-filho;
Mais que tudo, agradeço por seres a melhor mãe! 
Daqui em diante prometo que tentarei ser também o melhor filho possível,e se cair como acontece a qualquer pessoa que goste de arriscar, sei que estarás no sitío indicado, na altura certa porque independentemente do que nós somos, dos nossos feitios,e das nossas diferentes maneiras de pensar quanto a qualquer assunto, estaremos juntos, não fosse essa a lei da vida...

2 comentários:

  1. Tudo se faz presente quando realmente reconhecemos que são as pessoas que estão ao nosso redor. Parabens!

    ResponderEliminar